Não deixe a droga vencer em sua família

Miguel Tortorelli, Vice- Presidente da Federação de Amor-Exigente

Regina Tortorelli, Coordenadora da Regional Norte Paulistana da FEAE

Izilda Alves, Consultora da FEAE

Mães estão deixando de internar filhos dependentes de drogas em estado grave porque os maridos não concordam. Mais do que isso, ameaçam represálias se internar e “algo de ruim acontecer”, argumentando que “é uma fase, vai passar”. A verdade é que vai piorar por três gravíssimos motivos:

Primeiro: a doença se chama dependência porque a droga tomou de tal forma o cérebro, que se tornou prioridade.

Segundo: se não internar para aprender ficar sem o uso de droga, a dependência vai aumentar necessitando usar cada vez mais, destruindo cérebro, pulmões, coração, fígado e rins, com risco de morte por overdose.

Terceiro: a doença quando se agrava, faz o doente trocar a família pelas ruas, pelas cracolândias onde vai se tornar um mendigo ,que necessita mais e mais da droga e para pagar o traficante poderá até roubar e se prostituir , porque se não pagar será assassinado pelo traficante.

Internação salva, recupera o seu filho e evita desgraças. Não deixe a droga vencer em sua família.